• 4 de outubro de 2022 20:51

Violência: Frentista de Eunápolis agredido por vizinho morre em hospital após um mês internado.

ByLéo Feitosa

set 15, 2022
Um homem de 36 anos, vítima de agressão cometida por um vizinho, morreu nesta quarta-feira (14), no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, após um mês internado.

Dhiego Araújo Amorim, que trabalhava como frentista em um posto de combustível, sofreu traumatismo craniano e múltiplas fraturas no rosto, depois de ter sido atingido por uma pedra de concreto.

Leia também!  Inédito: Prefeitura de Medeiros Neto entrega mais um consultório odontológico e realiza os primeiros atendimentos em St.ª Luzia do Norte.

O crime aconteceu na noite do último dia 11 de agosto, no bairro Urbis III, na cidade de Eunápolis, depois que Dhiego tentou impedir que um homem agredisse a própria a mãe e o filho.

Leia também!  38ª Expô: confira os destaques da Prefeitura de Teixeira de Freitas no evento.

Frentista foi atingido por pedra de concreto no rosto

Irritado com a interferência, o acusado, o técnico de som André Valentim, de 42 anos, deu uma pedrada na cabeça do frentista. Ele também chegou a agredir familiares de Dhiego com um pedaço de pau.

André Valentim fugiu do local do crime antes da chegada da polícia, mas, poucos dias depois, se apresentou na delegacia, foi ouvido e liberado.

Acusado foi abordado pela PM nesta quarta, mas não havia mandado de prisão contra ele

Agora, com a morte do frentista, o delegado responsável pelo inquérito pode mudar a tipificação do crime, de lesão corporal grave para homicídio, e pedir a prisão do acusado.

Nesta quarta-feira (14), uma denúncia levou a Polícia Militar a abordar André Valentim em uma rua da cidade. Logo, policiais constataram que não havia nenhum mandado de prisão e o liberaram.

Fonte: RADAR 64

Por Opinião Pública

Faça aqui seu comentário!