Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Mucuri: Carlos Simões sofre derrota vergonhosa na Câmara e será alvo de CPI.

ByLéo Feitosa

nov 14, 2018
Definitivamente o atual prefeito do município de Mucuri-BA, Dr. Carlos Simões não passa pela melhor de suas fases na vida política.
Prefeito do município de Mucuri-BA, Dr. Carlos Simões

Envolto em inúmeras denúncias por supostos atos de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, Carlos Simões vive agora possivelmente o risco real de perder o seu mandato de prefeito, à poucos meses de completar 02 anos.

O auge do desgaste político do gestor municipal atingiu o seu ápice quando na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores da última terça-feira,13 de novembro, que contou com grande participação popular, Carlos Simões sofreu a mais vergonhosa derrota na Casa Legislativa.

Isto porque por unanimidade os vereadores aceitaram denúncia protocolada pelo médico Landoaldo Magalhães Silveira Filho, contra o prefeito, pedindo apuração de atos de irregularidades com verbas públicas  da educação.

Leia também!  Medeiros Neto: realizadas com sucesso as primeiras centenas de cirurgias de catarata no Hospital Municipal de Medeiros Neto.

Foram exatos 12 votos à favor da Instalação da Comissão Processante de Inquerido Administrativo (CPI), e apenas 01 voto contra.

Na mesma oportunidade o Poder Legislativo definiu quais serão os Membros da Comissão Processante de Inquérito que irão fazer o levantamento dos fatos, produção de provas e analises da defesa do prefeito.

Esta Comissão Processante terá 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 30, caso haja necessidade para apurar a veracidade dos fatos apresentados. A Comissão é formada pelos vereadores Itamar Siqueira Junior (PDT) presidente; Saullo Souza Santos (PSL) relator; e Isaias Ferreira de Oliveira (PSC) membro.

Leia também!  Prefeitura apresenta novos carros para transporte escolar do distrito de Cachoeira do Mato; veja imagens.

 

Após todas as etapas burocráticas será produzido um relatório pela comissão tendo o vereador Saullo Souza Santos (PSL), a função de optar em seu relatório pelo arquivamento ou extinção da ação administrativa, ou em último caso pelo Pedido de Cassação de Carlos Simões. O relatório terá por fim que ser aprovado ou rejeitado pelos demais vereadores em sessão ordinária, ou extraordinária, caso seja necessário.

[Best_Wordpress_Gallery id=”43″ gal_title=”Carlos CPI”]

 

Por: Opinião Pública/ Léo Feitosa/ Da Redação. 

Faça aqui seu comentário!