Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Candidato da esquerda Alberto Fernández ganha eleições presidenciais na Argentina.

Com mais de 82% das urnas apuradas, Alberto Fernández foi eleito em primeiro turno presidente da Argentina, na noite deste domingo (27/10).

O peronista tem como companheira de chapa a ex-presidente e senadora Cristina Kirchner. Juntos, os dois formam a coalização “Frente de Todos”. 

No país, para ganhar as eleições é necessário 45% dos votos ou 40% dos votos e dez pontos de vantagem em relação ao segundo colocado. No caso deste domingo, com 82% das urnas apuradas, Fernández já tinha 47% dos votos contra 41% de Maurício Macri, que tentava a reeleição pela chapa “Juntos por El Cambio”. Em terceiro lugar ficou o ex-ministro da Economia, Roberto Lavagna, com 6,14%.

Leia também!  Gratidão: Prefeito Marcelo Belitardo inaugura o CRAS IV Vila Vargas, e expressa seu sentimento de gratidão por mais essa importante realização.

Atualmente, a Argentina enfrenta uma grave crise econômica e social, com inflação alta. Enquanto 30% da população vive na pobreza, os sem-teto chegam a quase 10%. Fernández assumirá em 10 de dezembro.

Antes mesmo do resultado, o peronista já comemorava vitória. “É um grande dia para a Argentina”, ele disse à imprensa ao chegar em casa, logo após o encerramento da votação, às 18h. 

Crise com Bolsonaro 

Para o presidente Jair Bolsonaro, esta pode ser umasituação complicada, já que ambos trocaram farpas  durante a campanha argentina. Em agosto, Bolsonaro chegou a escrever pelo Twitter que com o “possível retorno da turma do Foro de São Paulo na Argentina, agora o povo saca, em massa, seu dinheiro dos bancos. É a Argentina, pelo populismo, cada vez mais próxima da Venezuela”.  

Leia também!  Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Educação realiza Encontro Pedagógico com profissionais da educação em Vereda.

Neste domingo, pouco antes do resultado das eleições, Fernández felicitou, pelo Twitter, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo aniversário. Em foto publicada no microblog, é possível ver o presidente eleito argentino fazendo um “L” com as mãos. 

 

Fonte: Correio Brasiliense 

 

Por: Opinião Pública/ da Redação/

Faça aqui seu comentário!