• 16 de janeiro de 2022 16:43

Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Alerta: Teixeira de Freitas volta a ter 100% de ocupação dos leitos públicos de UTI para COVID-19.

ByLéo Feitosa

dez 22, 2021

 

O Município de Teixeira de Freitas no extremo sul Baiano, volta a ter crescimento nos números diários de Covid-19, bem como voltar a atingir a triste marca de 100% de ocupação dos leitos de UTI para COVID-19.

 

 

Novos casos!

 

Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas informa que há 54 novos casos positivados. Até o momento são 19.989 casos confirmados.

Destes, 67 são considerados ativos, ou seja, as pessoas que ainda têm a possibilidade de transmitir o vírus. Já foram contabilizadas 303 mortes. A taxa de letalidade em Teixeira de Freitas é de 1,55% em relação aos casos confirmados. Nossa taxa de recuperação é de 98.14% são 19.619 recuperados.

Leia também!  Ação de atiradores deixa um morto e dois baleados em Ferraznópolis, interior de Caravelas.

 

Ocupação de Leitos

 

De acordo com o último censo de ocupação de leitos, feito nesta tarde, há 02 pacientes na enfermaria e 05 pacientes internados na UTI no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, representando 100% de ocupação. Na UPA e UMMI não há pacientes internados. Lembrando que são internadas na UMMI puérperas, gestantes e crianças.

 

Na rede privada, há 01 pessoa na enfermaria e 02 pessoas internadas na UTI, representando 50%de ocupação.

 

A quantidade de leitos de UTI da rede privada é flexível, visto que alguns leitos são reservados para realização de cirurgias. O total de internações nas redes pública e privada, considerando UTI e enfermaria é de 10 pacientes.

Leia também!  Mucuri se prepara para retorno letivo com treinamentos em recursos tecnológicos na educação municipal.

Lembramos que as pessoas internadas podem ainda ter sequelas, mas não necessariamente estão ainda no grupo de ativos. Há também muitos casos de chegada do resultado confirmado positivo para Covid-19 depois de 14 dias do ciclo viral, logo esses casos nem chegam a constar como ativos, entram apenas na contabilização de confirmados.

 

Por: Opinião Pública/ DA REDAÇÃO/

Faça aqui seu comentário!