• 17 de setembro de 2021 18:32

Vídeo: “E ai Marcelão, vai fazer nada não?”- Vereador Bruno Barbosa “tira onda” com gestão de Marcelo Belitardo em vídeo viral na internet.

ByLéo Feitosa

set 2, 2021

 

A que ponto chegou a situação do município de Teixeira de Freitas-Ba, no que diz respeito aos serviços mais básicos, como por exemplo, a simples manutenção das Ruas e Logradouros Públicos?

Bom, esse é em parte o questionamento que o Vereador Bruno Barbosa do AVANTE, faz em uma série de vídeos, que o mesmo vem produzindo e publicando nas redes sociais. E acreditem, tá viralziando…! 

Utilizando uma pitada de “humor sátiro”, e cansado de requisitar da prefeitura municipal o reparo, calçamento, ou até mesmo pavimentação asfáltica para algumas ruas do município, o jovem vereador viu no humor despretensioso, e nas redes sociais uma forma de chamar à atenção do prefeito, para o caos e abandono vivido por moradores dos mais diversos bairros periféricos.

Leia também!  Prefeitura de Medeiros Neto adquire computadores e smartphones para campanha “Vem pra Escola”.

 

 

São ruas simplesmente intransitáveis em diversos bairros, e moradores vítimas do péssimo serviço prestado pelo Secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos de Teixeira de Freitas, Sr. Gessé de Cristo Almeida, que até parece que teve uma “REVELAÇÃO”, que iriamos entrar em um périodo chuvoso, e simplesmente ordenou que seus funcionários e maquinário, jogassem barro vermelho em diversas ruas do município, criando caos e dificuldades de locomação para a população.

Leia também!  Mucuri sediará 3º Encontro de Secretários Municipais de Educação do Extremo Sul da Bahia.

 

No vídeo em específico, o vereador Bruno Barbosa usa um “tom sarcástico, após mostrar a necessidade que algo de fato seja feito, por parte da gestão pública para que o problema seja enfim sanado; e ai o vereador pergunta ao prefeito Marcelo Belitardo; 

!E ai Marcelão, vai fazer nada não?”

 

Bom, assistam o video, e tirem suas próprias conclusões!

 

Por: Opinião Pública/ DA REDAÇÃO/

Faça aqui seu comentário!