• 16 de janeiro de 2022 16:17

Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Vídeo: Descaso; Sinais de trânsito em Teixeira de Freitas, a cerca de 90 dias sem manutenção, colocam em risco condutores e pedestres.

ByLéo Feitosa

mar 2, 2020

 

Cidadão leitor do Portal Opinião Pública através do nosso Canal Direto de Denúncias, enviou fotos e videos de uma situação que é no mínimo emblemática.

Trata-se de mais uma situação de descaso para com a segurança no transito de condutores e pedestres, e que requer imediata solução. Semáforos em inúmeros pontos da cidade, encontram-se inoperantes ou com defeitos, em virtude da falta de manutenção. 

Originalmente uma obra de implantação de sinalização vertical, além de instalação de semáforos de LEDs nas principais avenidas da cidade de Teixeira de Freitas-BA, e que custou uma pequena fortuna de R$ 900.000.00 (novecentos mil reais), tornou-se mais uma dor de cabeça, do que uma solução para os problemas com o fluxo de veículos e perdestes.

Fruto de uma Emenda Parlamentar que liberou recursos para a aquisição de equipamentos de Led, e implantação de uma Central de Controle de Trânsito; os novos semáforos encontram-se em boa parte, simplesmente inoperantes, como pode ser facilmente comprovado pelas fotos e videos abaixo. 

Leia também!  "UMMI, maternidade ou açougue municipal?": Bebê tem clavícula quebrada em parto na UMMI! Pais registram B.O na Polícia Civil! Entenda o caso!

 

Uma das avenidas mais movimentadas da cidade averiguadas, foi a Marechal Castelo Branco, na rotatória próximo ao Banco do Bradesco, e que segundo relados, os semáforos estão em estado de alerta constante, sinalizando sempre a luz amarela, a cerca de 90 dias.  

 

Leia também!  Homem acusado de estupro é preso pela CAEMA no interior de Mucuri, por força de um mandado de prisão.

Em outro ponto, desta vez já na Avenida Getúlio Vargas, em frente ao cruzamento, próximo a Faculdade EAD FAEL, a situação não é diferente.

Semáforos quebrados, sinalização horizontal deteriorada, sinalização vertical, pouco visível, além do risco constante de acidentes, envolvendo condutores de veículos de grande, médio e pequeno porte, sem falar é claro, na parte mais frágil, que são justamente os pedestres.

   

 

Por: Opinião Pública/ Da Redação/

Faça aqui seu comentário!