Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Vídeo: Caravelense se pronuncia após matéria do POP, e chama mais uma vez a atenção de Sílvio Ramalho para o descaso na saúde pública.

ByLéo Feitosa

set 29, 2019

O município de Caravelas-BA, apesar do prefeito Sílvio Ramalho acreditar piamente ser o gestor mais bem avaliado de toda região sul e extremo sul da Bahia, tendo uma população de pouco mais de 21,414 habitantes, e recebido cerca de R$-37.539.750,59 (trinta e sete milhões quinhentos e trita e nove mil setecentos e cinquenta reais e cinquenta e nove centavos), do Governo Federal, mais R$ 12.089.781,17 (doze milhões oitenta e nove mil setecentos e oitenta e um reais e dezessete centavos) de ICMS, totalizando mais de R$ 50 Milhões de reais, somente no ano de 2018, na realidade vive uma das gestões mais incapazes de sanar os principais mais básicos de sua população.

Leia também!  Teixeira: Prefeitura inicia construção de praça no Ulisses Guimarães.

 
A saúde pública está morrendo! 

Como foi publicado no último final de semana no POP ( Portal Opinião Pública), dia 19 de setembro uma senhora com pouco mais de 48 anos de idade, após apresentar fortes dores no peito, e ao procurar o SAMU- SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA-, teve seu atendimento negado, sendo obrigada a dirigir-se até a unidade hospitalar a pé, mesmo apresentando sinais de insuficiência cardíaca (INFARTO), veio a óbito no Hospital Municipal de Caravelas, ainda na sala de observação.

O POP publicou esta matéria com exclusividade, e diante da repercussão negativa para a gestão midiática do prefeito Silvio Ramalho, alguns de seus apoiadores, vieram á público tentar refutar os fatos narrados por nossa equipe.

Leia também!  Segundo dia tem recorde de atendimentos na Feira Cidadã de Medeiros Neto.

 

O Opinião Pública gostaria de salientar aos nossos leitores de Caravelas-BA, que trabalhamos EXCLUSIVAMENTE  com duas ferramentas fundamentais;

“OS FATOS, E A VERDADE!”
Sobrinha de Dona BERNARDA SERAFIM MARCELINO,

Bom, dito isto para que não restem duvidas dos fatos, estamos trazendo a público o depoimento emocionado narrado pela própria sobrinha de Dona BERNARDA SERAFIM MARCELINO, que viu um ente querido morrer em uma sala à espera de um médico (a) plantonista (a) que deveria estar de “PLANTÃO”.

 

ACOMPANHEM O VÍDEO: 

 

Por: Opinião Pública/ Da Redação/

Faça aqui seu comentário!