Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Ufba tem R$ 37,3 milhões bloqueados após cortes do MEC determinado pelo governo federal.

ByLéo Feitosa

maio 1, 2019

Universidade Federal da Bahia (Ufba) teve R$ 37,3 milhões bloqueados pelo Ministério da Educação (MEC) após decisão do chefe da pasta, ministro Abraham Weintraub, de cortar recursos de universidades federais do país. A informação foi divulgada pela instituição de ensino nesta terça-feira (30). Além da Ufba, a Universidade de Brasília (UnB) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) também já foram atingidas pela decisão.

Segundo o MEC, cada uma das três universidades teve corte de 30% no orçamento. A medida deve afetar ainda outras instituições de ensino superior federais.

Leia também!  "As obras não param!": PMTF realiza asfaltamento em diversas ruas do bairro Castelinho.

A decisão foi divulgada pelo ministro Abraham Weintraub durante entrevista ao Estado de São Paulo.

No comunicado, o chefe da pasta informou que vai cortar recursos de universidades federais que apresentem desempenho acadêmico fora do esperado e que, ao mesmo tempo, estiverem promovendo “balbúrdia”.

Em entrevista ao G1, nesta terça-feira (30), o reitor da Ufba, João Carlos Salles, rebateu os comentários de Abraham Weintraub e disse que a justificativa do ministro não se aplica à instituição e que não sabe quais são os critérios utilizados pelo ministério para realizar os cortes.

Leia também!  Hospital de Medeiros Neto recebe mais de um mil uniformes fruto da parceria entre Prefeitura Municipal, Usina Santa Maria e Corcovado.

“Não temos notícias sobre os critérios que são utilizados para avaliação do desempenho. Vamos indagar ao MEC, saber as motivações para esse corte de recursos e mostrar que não são pertinentes, porque a Ufba é um espaço de desempenho acadêmico positivo, com nossos indicadores melhorando a cada ano”, disse Salles

 

Fonte: G1

Por: Opinião Pública/ Da Redação/

Faça aqui seu comentário!