Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Projeto Social “Geladeira Solidária” mobiliza teixeirenses em prol dos mais necessitados.

ByLéo Feitosa

maio 19, 2019

O projeto Social “Geladeira Solidária” apesar de não ser uma novidade enquanto iniciativa voltada para os mais carentes, é sem a menor sombra de dúvidas, um importante passo para tentar diminuir o sofrimento daqueles que por alguma fatalidade sócio-econômica, não tem condições de alimentar-se dignamente.

Fotografia: Sul Bahia News

O projeto iniciou-se nos países da Europa, e representa muito para moradores de ruas, ambulantes e trabalhadores de baixa renda.

Para quem desenvolve este projeto é altamente gratificante saber que com ideias tão simples, é possível ajudar tantas pessoas.

“Um passo – pequeno, mas ainda assim muito significativo – em direção à conscientização do quanto de comida eventualmente desperdiçamos diariamente, e que poderia ser revertida para as pessoas que mais precisam de atenção e ajuda” relatou um comerciante que não quis se identificar.

Igreja São José Operário- Grupo ECC- Encontro de Casais com Cristo-

No município de Teixeira de Freitas-BA, o projeto se deu pela iniciativa do grupo de casais da Igreja São José Operário-ECC- Encontro de Casais com Cristo– e contou com a parceria de alguns empresários e comerciantes locais.

Leia também!  Hospital de Medeiros Neto recebe mais de um mil uniformes fruto da parceria entre Prefeitura Municipal, Usina Santa Maria e Corcovado.

O Cláucio Araújo, um dos precursores do projeto, contou a um portal de notícias local, que o grupo do ECC é composto por seis casais que têm como propósito:

Fotografia: Sul Bahia News

Ser a favor da evangelização das famílias, tendo seu compromisso com a dignidade da pessoa humana e com a justiça social.

Foi pensando nisso, que o grupo teve a iniciativa de criar um projeto que ajudasse as pessoas que necessitam de alimentos.

“Nosso propósito é ajudar os mais necessitados, um pai de família que precisa sustentar os filhos, um desempregado ou um morador de rua”.

Para os que podem compartilhar alimentos e preferem ficar no anonimato, basta deixar a comida na geladeira. A doação será retirada por alguém que também, muitas vezes, prefere não ser identificado. Para ajudar é preciso seguir algumas regras que estão estampadas na porta da geladeira.

  • O que pode ser doado:
  • Alimentos embalados e com data de validade.
  • O que não pode ser doado: 
  • Alimentos vencidos, crus ou com embalagens abertas. Bebida alcoólica, carne crua, ovos, peixe ou comida estragada.
Leia também!  Medeiros Neto 64 Anos: Gerson Rufino faz público se emocionar em noite de louvor na Praça da Prefeitura.

Por: Opinião Pública/ da Redação/

Faça aqui seu comentário!