Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Pastor Evangélico e psicólogo acusado de estupro é preso pela DEAM de Teixeira por força de Mandado Prisão.

ByLéo Feitosa

jan 16, 2019

Teixeira de Freitas: Policiais Civis da DEAM de Teixeira de Freitas realizaram a segunda prisão por força de mandado de prisão, na tarde desta quarta-feira (16), após a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, ter recebido o mandado de Prisão expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Teixeira de Freitas, em desfavor do acusado, George Hilton Brito Pereira, 49 anos de idade, que é psicólogo e pastor de uma igreja evangélica na cidade.

Segundo informações, ele está sendo acusado por ter abusado sexualmente de três vítimas (mulheres), quando elas foram buscar aconselhamentos e acompanhamentos com ele, que exerce a posição de pastor e psicólogo.

Leia também!  Medeiros Neto: realizadas com sucesso as primeiras centenas de cirurgias de catarata no Hospital Municipal de Medeiros Neto.

Após a denúncia feita pelas vítimas na DEAM, o caso passou a ser investigado para apuração dos fatos, que culminou no pedido de prisão provisória do acusado, que foi deferido pelo Ministério Público e Poder Judiciário, que expediu o mandado nesta manhã.

O acusado, que mora em Teixeira de Freitas, foi procurado pelos investigadores nos endereços informados, porém, não tiveram êxito, e após algumas diligências tiveram a informação de que o mesmo estaria na cidade de Alcobaça, quando se deslocaram na tentativa de encontra-lo, que após realizarem novas diligências na referida cidade, localizaram o “George” em uma Residência na Rua 02, no Bairro Palmeiras, onde recebeu a voz de prisão. George foi conduzido e apresentado para a delegada, Kátia Cielber Guimarães, que ouviu o acusado na presença do seu advogado, sendo ele conduzido posteriormente para a carceragem da 8ª COORPIN, onde ficará preso.

 

Leia também!  Prefeitura Municipal prestigia Jubileu de Diamante da Diocese de Teixeira de Freitas/Caravelas.

Por Opinião Pública/ Com Informações de: Cloves Neto/Portal Liberdade news

Faça aqui seu comentário!