Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Padre Fábio de Melo desmente texto atribuído a ele pelos Fakes News de Bolsonaro, sobre massacre de Suzano-SP.

ByLéo Feitosa

mar 15, 2019

O texto, falsamente atribuído ao padre Fábio de Melo, alega que os jovens que promoveram o massacre na escola em Suzano, “não mataram porque o porte de arma é um projeto do atual governo” Os “bots” de Jair Bolsonaro – robôs que atuaram fortemente na campanha divulgando fake news – entraram em ação novamente.

 

 

Desta vez, os mecanismos disseminaram um texto falsamente atribuído ao padre Fábio de Melo, alegando que os jovens que promoveram o massacre na escola estadual Raul Brasil, em Suzano, “não mataram porque o porte de arma é um projeto do atual governo”.

Com mais de 6 milhões de seguidores somente no Twitter, Fábio de Melo foi à rede social nesta sexta-feira (15) desmentir a autoria do texto. “O texto que está viralizado sobre o atentado em Suzano, cujo título é ‘O melhor texto que já li sobre o acontecimento de ontem’ não foi escrito por mim. O único que escrevi sobre o acontecimento é o que está abaixo”, tuitou o padre, compartilhando o texto real que escreveu sobre a tragédia.

No texto original, Fábio de Mello diz que a tragédia em Suzano “só nos entristece”. “Foi o tempo em que só temíamos os bandidos. Hoje, uma dor emocional não curada, pode levar um adolescente a se tornar um assassino”, relata.

Leia também!  Prefeito Beto Pinto traz ensino médio de volta para a cidade após convenio com o estado para construção de escola em tempo integral.

Alguns trechos foram copiados do texto original, mas colocados em outro contexto, como o que diz que “a violência é o desdobramento de carências afetivas, da necessidade de ser visto e notado, ainda que da pior maneira”.

No texto fake, a frase é seguida por outra, onde se lê: “As armas não matam, o que mata é a ausência de AMOR!!!”

Leia o texto original do Padre Fábio de Mello e, logo abaixo, o fake distribuído aos seguidores de Jair Bolsonaro.Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

padrefabiodemelo✔@pefabiodemelo

O texto que está viralizado sobre o atentado em Suzano, cujo título é “O melhor texto que já li sobre o acontecimento de ontem” não foi escrito por mim. O único que escrevi sobre o acontecimento é o que está abaixo.14,1 mil12:11 – 15 de mar de 20193.696 pessoas estão falando sobre issoInformações e privacidade no Twitter Ads

Leia também!  Deputado federal Uldurico Jr. destina mais de um milhão de reais em equipamentos para o Hospital Municipal de Medeiros Neto em parceria com o Governo do Estado.

Texto fake, distribuído pelos robôs de Bolsonaro

Melhor texto que já li sobre o acontecimento de ontem

Autor: Padre Fábio de Melo

“Cansado e perplexo com tantas baboseiras e falsas justificativas pras atrocidades que ainda nos surpreendem todos os dias…

Os meninos não mataram porque o porte de arma é um projeto do atual governo. Os meninos não mataram porque jogavam jogos violentos.Os meninos não mataram porque a escola foi omissa. Os meninos não mataram porque sofreram Bullying…

Eles mataram porque as famílias estão desestruturadas e fracassadas, porque não se educa mais em casa, não se acompanha mais de perto, a tecnologia substitui o diálogo, presentes compram limites, direitos e deveres e não há o conhecimento e respeito a Deus.

Precisamos parar de nos omitir, de transferir culpas. A culpa é minha, é sua, de todos nós!

“A violência é o desdobramento de carências afetivas, da necessidade de ser visto e notado, ainda que da pior maneira”

As armas não matam, o que mata é a ausência de AMOR!!!

Por: Opinião Pública/ da Redação/ Fonte/ Revista Forum.com

Faça aqui seu comentário!