Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Itamaraju: “Deu Treta” Reforma de escola gera bate-boca entre vereadores.

ByLéo Feitosa

mar 11, 2019

Um pedido de providências objetivando a reforma da escola Municipal Walter Carvalho, localizada no Distrito de Nova Alegria, interior de Itamaraju, gerou uma verdadeira briga nas redes sociais envolvendo os vereadores Isac Super Gil e Som de Nova Alegria, ambos do PT.

A discussão se iniciou em um grupo de Whatsapp, onde o vereador Isac Super Gil publicou mensagem dizendo que havia conseguido a reforma da escola do distrito de Nova Alegria. Logo na sequencia o vereador Som publicou documentos dando conta de que o pedido de reforma da unidade escolar teria sido de sua autoria, desmentindo o vereador Super Gil.

Leia também!  Gratidão: Prefeito Marcelo Belitardo inaugura o CRAS IV Vila Vargas, e expressa seu sentimento de gratidão por mais essa importante realização.

Super Gil, por sua vez, disse que o pedido do vereador Som de Nova Alegria havia sido feito de “forma errada”, alegando assim que seria ele o “dono” da indicação. Super Gil também chegou a dizer que seu colega estaria querendo “fazer politicagem”, e que não ajudava os trocadores, por esse iria excluí-lo do grupo.

 

A discussão terminou com um vídeo onde o vereador Isac Super Gil denuncia o estado de abandono em que se encontra o distrito de Nova Alegria, residência e base eleitoral do Vereador Som. As imagens gravadas pelo parlamentar mostram ruas em quase completa escuridão, e na sequencia faz cobranças ao secretário de obras, Antonio Charbel, Tonimaq.

 

Leia também!  Elmar Nascimento envia emenda para novos equipamentos no aeroporto 9 de Maio e retorno dos vôos comerciais.

Após a publicação do vídeo do vereador Super Gil com críticas à gestão municipal, da qual o parlamentar é aliado,  membros da equipe do prefeito Marcelo Angênica teriam repreendido o vereador obrigando-o a apagar o vídeo e as mensagens de críticas à gestão, no entanto o vídeo já havia sido compartilhado nas redes sociais

Por: Opinião Pública/ Da Redação/Fonte: Siga a Notícia/

Faça aqui seu comentário!