Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Escola Clélia das Graças será a primeira unidade educacional a usar metodologia de ensino do Colégio Militar em Teixeira de Freitas.

ByLéo Feitosa

ago 11, 2019

Fruto da iniciativa do vereador Wildemberg Soares Guerra, o “Sargento Berg” (PSDB), a Escola Clélia das Graças Figueiredo Pinto, será a primeira unidade da rede municipal de ensino, a contar com o modelo do sistema do Colégio da Polícia Militar, implantado em Teixeira de Freitas.

A implantação da militarização do ensino público, já é um anseio antigo de de pais e responsáveis.

O alto índice de indisciplina, o envolvimento de jovens e adolescentes em atos infracionais, principalmente no ambiente escolar, também é uma preocupação dos educadores, que em virtude muitas vezes da precária situação do ensino público, se veem reféns da realidade a qual vive a educação pública.

Reunião realizada no último dia 8 de Agosto entre pais e responsares, Poder Executivo e Poder Legislativo representado pelo Vereador Sargento Berg, autor do projeto de militarização das escolas públicas municipais.

 

No projeto do vereador “Sargento Berg” a EXECUÇÃO dessa ação, se dará por meio de convênios entre a Policia Militar do Estado da Bahia e o município, e permitirá a implantação do novo modelo pedagógico-disciplinar nas escolas públicas municipais.

A Escola Municipal Clélia das Graças Figueiredo Pinto, será a primeira de cinco outras unidades educacionais a terem a metodologia militar, sendo, quatro na sede do município, e uma no distrito de Cachoeira do Mato.

Leia também!  Prefeito Beto Pinto traz ensino médio de volta para a cidade após convenio com o estado para construção de escola em tempo integral.

Sendo que Teixeira de Freitas no extremo sul baiano é o quinto (5º) município da região, e o sexagésimo segundo (62º) da Bahia, a adotar a parceria entre município e Policia Militar.

A Escola passara a ter uma direção compartilhada entre direção escolar, encarregada das questões administrativas e pedagógicas, e o novo diretor disciplinar, responsável pela disciplina dos alunos.

Reunião realizada no último dia 8 de Agosto entre pais e responsares, Poder Executivo e Poder Legislativo representado pelo Vereador Sargento Berg, autor do projeto de militarização das escolas públicas municipais.

 

A ideia do projeto começou quando na sessão ordinária da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas do dia 27 de fevereiro de 2019, o vereador Sargento Berg teve aprovado no plenário uma proposição legislativa de autoria que requereu do Poder Executivo Municipal o encaminhamento ao Poder Legislativo de um Projeto de Lei em conformidade com o anteprojeto em anexo que propôs a implantação do Sistema de Ensino do Colégio da Policia Militar – CPM nas escolas municipais de Teixeira de Freitas.

Leia também!  Prefeitura de Medeiros Neto comemora sucesso no primeiro dia da Feira Cidadã com participação das secretarias municipais.
Prefeito Temoteo Brito

 

Na época o vereador Sargento Berg já explicava que o projeto de difusão do sistema de ensino da rede CPM consiste na capacitação dos policiais militares da reserva, contratados pela Prefeitura Municipal, bem como a criação dos cargos de diretor militar, coordenador militar e tutores disciplinares militar.

“O projeto vai funcionar com o apoio de policiais militares da reserva remunerada, atuando como tutores disciplinares dos alunos, matriculados nas escolas contempladas”

“Os estudantes terão instruções militares, noções de civismo e direitos humanos, aulas de cidadania e requisitos permanentes de hierarquia e disciplina”

“O Colégio Militar oferece a credibilidade da corporação ao garantir ensino, proporcionando a formação integral do aluno e despertando-lhe desejo pela carreira militar”,enfatizou o vereador Sargento Berg.

 

 

Por: Opinião Pública/ da Redação/

Faça aqui seu comentário!