Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Dona da Saúde? Filha do prefeito Sílvio Ramalho, coage médico por criticar a falta de medicamentos no Hospital Municipal de Caravelas.

ByLéo Feitosa

abr 19, 2019

Apesar de ter sido exonerada do cargo de Secretária Municipal de Saúde de Caravelas-BA, na data de 31 de julho de 2017, por determinação do Ministério Público – MP-BA– pela prática de NEPOTISMO, ao que parece a filha do prefeito Silvio Ramalho ainda “mandar e desmandar” na saúde pública do município. A Srª Marina Ramalho, ao que tudo indica perdeu o cargo, mas não a influência sobre a gestão da saúde pública.

Os fatos a seguir fortalecem principalmente perante os profissionais da área, entre eles, médicos, enfermeiros e agentes de saúde, que o simples de contrariar a opinião da ex-secretária de saúde e filha do prefeito, é motivo suficiente para que haja uma coação velada, a quem dela discordar.

Pelo menos é o que muitos funcionários relatam nos corredores dos postos de saúde e do recém reinaugurado Hospital Municipal de Caravelas-BA.

O imbróglio envolvendo Marina Ramalho, aconteceu logo após um médico do município questionar a falta de medicação no Hospital Municipal, e a razão pela qual pacientes por ele encaminhados, teriam retornado sem o devido atendimento, e até mesmo sem ter feito uso da medicação receitada, simplesmente pela suposta falta de remédios no referido hospital, que prometia, segundo o prefeito Silvo Ramalho ser “A menina dos olhos do Prefeito”.
 
Prefeito Silvio Ramalho a esquerda e sua filha Marina Ramalho a direita na foto.
A julgar pelos valores licitados em medicação a resposta da ex-secretária de saúde, Marina Ramalho, segundo afirmam alguns funcionários, foi no minimo uma forma de assédio moral ou coação velada ao médico, que tão somente pediu uma justificativa para o retorno de seus pacientes, sem o devido atendimento.
 
Recém reinaugurado Hospital Municipal de Caravelas-BA, sem medicamentos, pacientes tem atendimentos negligenciados.
 
Somente no mês de fevereiro em uma única licitação, Silvio Ramalho teria gasto mais de R$ 6.203.951.70 (seis milhões duzentos e três mil novecentos e cinquenta e um reais e setenta centavos).  Isto em uma unica licitação, outras licitações e valores estão sendo levantados por nossa redação sob suspeita de irregularidades.
 
Marina Ramalho responde ao médico; 

 

O médico aqui identificado apenas como Dr. Claudinei fez o seguinte relato;

Dr. Claudinei: “É desumano também não há exames nem medicamentos pra essa demanda ( mesmo após o prefeito ter licitado mais de R$ 6 milhões em insumos), tem exames levando mais de 6 meses!”

“Ta difícil ser médico em Caravelas!”

Marina Ramalho: “Se tiver insatisfeito Dr, tem municípios que pagam mais, fique a vontade!”

 

Leia também!  "As obras não param!": PMTF realiza asfaltamento em diversas ruas do bairro Castelinho.

Segundo a Lei 4742/ de 2001, que classifica como crime a prática de assédio moral no ambiente de trabalho e estabelece pena de detenção de um a dois anos, além de multa.

Leia também!  Novo modelo das rotas do Transporte Escolar gera benefícios aos estudantes de Mucuri.

Por se tratar de um final de semana não conseguimos entrar em contato com a filha do Prefeito Silvio Ramalho para comentar o caso, apesar de inúmeras tentativas.

Fica por tanto aberto o espaço para que a mesma dê a sua versão dos fatos.

Por: Opinião Pública/ da Redação/

Faça aqui seu comentário!