Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Caio Checon convidado para presidir o PSD de Teixeira de Freitas, e Temoteo Brito fraco junto ao governo do estado.

ByLéo Feitosa

maio 7, 2019

A política em Teixeira de Freitas no extremo sul baiano, está pegando fogo. Principalmente após circular a informação de que o pré-candidato a prefeito pelo município teixeirense, o empresário e ex-vereador Caio Checon, teria sido convidado para assumir e presidir o PSD. Caio Checon que atualmente (ainda) estaria filiado ao partido SOLIDARIEDADE-SD- teria conquistado a simpatia e confiança dos caciques do PSD na Bahia.

Segundo noticiou o Portal Políticos do Sul da Bahia, Caio Checon participou da convenção do PSD e foi convidado pelos deputados estadual Eduardo Alencar (PSD), e o federal Paulo Magalhães (PSD) para assumir a sigla em Teixeira de Freitas-BA.

A gestão do prefeito Timóteo Brito é reprovado por 80% da população teixeirense.

O prefeito Timóteo Brito (PSD) poderá perder o partido para seu principal adversário político na cidade. Desgastado e sem poder de articulação junto a base do governador Rui Costa, Temoteo Brito viu sua situação piorar ainda mais, logo após o episódio em que um dos seus aliados histórico, o blogueiro Dilvan Coelho, encomendou uma pesquisa de opinião pública ao Instituto Focos, e tal pesquisa mostrava que o atual prefeito tinha 80,35% de reprovação quando avaliado o desempenho de sua administração, e apenas 3,66% de intenção de votos para uma improvável campanha a reeleição.

Vale lembrar que Caio Checon, é o principal nome da oposição na cidade para eleição de 2020.

Leia também!  Segundo dia tem recorde de atendimentos na Feira Cidadã de Medeiros Neto.

Essa movimentação em tese enfraquece os grupos do prefeito Timóteo Brito (PSD), uma vez que, a já quase certa ida de Caio Checon para o PSD, agrega novos valores progressistas a base do governador Rui Costa-PT, e põem fim segundo muitos, a política centralizadora e coronelista do atual prefeito, já que o mesmo tem a fama de não proporcionar autonomia a seus comandados.

O Portal Opinião Pública conseguiu com exclusividade falar com Caio Checon, no exato momento em que o mesmo se encontrava no evento do PSD.

Opinião Pública: Com essa possível mudança na sua base, que em Teixeira acabou se solidificou mais a direita, até mesmo devido a sua candidatura a deputado federal ano passado ter ocorrido pelo grupo de Ze Ronaldo e ACM Neto, isso poderia trazer prejuízos junto a seus eleitores?

Resposta de Caio Checon

 

Opinião Pública: Já que o Sr tem sido bastante claro nas suas resposta, gostaríamos de saber; Cogitasse-se segundo conversas de bastidores que o Sr teria convidado a empresária Maria Djuda da DJ Bicicletas, para ser sua vice-candidata eventualmente nas eleições de 2020, e que no caso dela dizer “Não”, sua segunda opção seria o médico Marcelo Belitardo!

Procede alguma dessas opções? Há alguma articulação nesse sentido?

Resposta de Caio Checon
Leia também!  A casa caiu! Examinador da 24ª CIRETRAN e liderança do PT é preso acusado por crime de falsificação de documentos em Teixeira de Freitas.

 

Opinião Pública: O Sr sabe que aparece em primeiro lugar em pesquisa encomendada por Dilvan Coelho, que historicamente foi, ou ainda é aliado do atual prefeito, mas que porém vazou e acabou sendo o pivô da crise na atual gestão!

Essa pesquisa lhe envaidece? O Sr sente que Teixeira está amadurecendo politicamente e vai votar consciente, não importa se com voto de esquerda ou direita, com tanto que eleja alguém devidamente capacitado? O Sr sente que está devidamente capacitado pra ser o próximo prefeito de Teixeira de Freitas? Caio Checon esta enfim pronto?

Resposta de Caio Checon

Ao final o pré-candidato Caio Checon agradeceu pelas indagações e prosseguiu com evento em Salvador onde deve oficializar a sua ida para o PSD.

Resta saber agora, qual será o rumo que o atual prefeito Temoteo Brito irá tomar, uma vez que o mesmo pelo o que parece perdeu espaço junto a base do governador Rui Costa (PT), e dos seus principais aliados, os deputados estadual Eduardo Alencar (PSD) e o federal Paulo Magalhães (PSD).

Por: Opinião Pública/ Da Redação/

Faça aqui seu comentário!