Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Bomba: Áudios apontam suposto esquema de propinagem entre a prefeita Jadina e a empresa CONSTRUPOLLI.

ByLéo Feitosa

mar 1, 2019

É complicada a situação da empresa CONSTRUPOLLI CONSTRUTORA E INCORPORAÇÃO LTDA, que executa os mais diversos serviços de construção civil, coleta de lixo, terraplanagem etc, em inúmeras prefeituras da região sul e extremo sul baiano. A exemplo da cidade na Eunápolis, onde um simples pregão presencial acabou em pancadaria, por suspeitas de que um dos seus representantes teria de alguma forma manipulado a concorrência, no intuito de sagrar-se vencedor do certame.

Pois bem!  A DENÚNCIA É GRAVE!

Recentemente em diversos grupos de WhatsApp no município de Medeiros Netos, um áudio teria vazado de forma não intencional, e segundo os indícios, apontam claramente para um esquema criminoso de “propinagem” com recursos públicos, oriundos de contratos firmados com a Prefeitura Municipal de Medeiros Neto, e não apenas isso!. Cita o nome da prefeita Jádina Paiva Silva (PPS) como uma das principais beneficiadas do suposto esquema.

Prefeita de Medeiros Neto Jádina Paiva Silva (PPS)

Nos áudio um homem já devidamente identificado (ao qual os nomes e áudios estaremos enviando ao Ministério Publico Estadual para averiguação dos fatos), esbraveja afirmando à um tal “Renatinho” de que teria acabado a brincadeira, e que o mesmo não iria mais pagar valor algum em propina, a terceiros ligados a empresa CONSTRUPOLLI, e ameaça desmoralizar a prefeita Jadina Paiva Silva, que pelo o que tudo indica os áudios, teria conhecimento do suposto esquema de pagamento de propina a terceiros, no intuito de “silenciar” aqueles que teriam em têse conhecimento de fraudes nos contratos firmados entre a prefeitura e a referida empresa CONSTRUPOLLI. 

Leia também!  Tudo pronto para a Feira Cidadã em Medeiros Neto, promovida pela Prefeitura Municipal e Governo do Estado.
Ouçam os áudios. 

 

Em outro áudio o mesmo homem relata ter como provar um saque em dinheiro feito dos recursos da CONSTRUPOLLI, no valor de R$ 160.000.00 ( cento e sessenta mil reais) para pagamento de uma dívida da prefeita Jadina Paiva Silva, feito no município de Teixeira de Freitas.

Tivemos ainda informações documentais de diversos pagamentos efetuados pela Prefeitura municipal de Medeiros Neto a referida empresa, onde chama a atenção pelos valores e frequência. São diversas pagamentos publicados inclusive no Diário Oficial do Município, em valores que podem chegar em um único dia, a quase meio milhão de reais, através de ordens de pagamentos “Picotadas”. O que em tese pode levantar indícios de improbidade administrativa e lesão aos cofres públicos. 

Leia também!  Prefeitura realiza formação com agentes de portaria e auxiliares de disciplina de instituições de ensino; entenda!

 

Todos os demais áudios e documentação, os quais iremos publicar em uma próxima matéria, para melhor entendimento dos fatos, serão encaminhados ao Ministério Público Estadual, através de denúncia devidamente protocolada.

Tentamos entrar em contato com os representantes da empresa CONSTRUPOLLI CONSTRUTORA E INCORPORAÇÃO LTDA, pelos telefones disponíveis, para que os mesma se pronunciassem acerca do caso, mas até o fechamento da matéria, não obtivemos exito.

Também não foi possível localizar a assessoria de imprensa da prefeita  Jádina Paiva Silva, para que a mesma comentasse a veracidade dos áudios vazados e que citam o seu nome como beneficiaria direta do suposto esquema de propina..

Fica aberto o espaço no Portal Opinião Pública para que as partes citadas deem suas versões dos fatos. 

Por: Opinião Pública/ da Redação/

Faça aqui seu comentário!