Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Agnaldo da Saúde sobe o tom e diz, “próximo prefeito precisa sair da Câmara Municipal!”.

ByLéo Feitosa

mar 24, 2019

Na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, quarta-feira passada, dia 20 de março, o ex-presidente do legislativo, e líder da bancada do Poder Executivo na Câmara, o vereador Agnaldo da Saúde (PR), subiu o tom do seu discurso ao usar a tribuna, e não poupou a oposição ao acusa-la de “jogar pra galera” os problemas do município, “reclamando e prejudicando a vida alheia”, afirmou o mesmo.

 

“Nós vereadores temos trabalhado nesta Casa para que o futuro da cidade seja rico e promissor, afinal de contas, o município do município passa por aqui.

“Os colegas de oposição deveriam fazer como eu venho fazendo, que é correndo em Brasília para buscar recursos para o município!”

“Nesses dois primeiros anos de legislatura já ultrapassei mais de R$ 16 milhões de reais em emendas parlamentares junto aos deputados estaduais e federais, e recursos conquistados nos Ministérios em Brasília para à cidade, tudo isso pensando no bem do município, ao invés de viver reclamando e prejudicando a vida alheia, venho ajudando o prefeito Temóteo a governar”, argumentou o vereador Agnaldo da Saúde.

Presidente da Republica Jair Bolsonaro e o Vereador Agnaldo da Saúde.

Agnaldo da Saúde, que segundo alguns interlocutores será o sucessor natural do atual prefeito na acirrada disputa das eleições municipais em 2020, uma vez que o próprio Temoteo Brito, já sinaliza que irá “passar o bastão”, assumiu uma postura mais combativa nesse novo discurso, após perceber que vereadores da oposição, também postulam seus nomes ao Poder Executivo em 2020.

Vídeo da sessão ordinária dia 20 de março.
Leia também!  CTA realiza atendimento especializado para Infecções Sexualmente Transmissíveis; saiba como obter os serviços.

 

A maior dificuldade nesse momento para Agnaldo da Saúde, se concentra em dois pontos primordiais.

Convencer Temoteo Brito a “passar de fato o bastão”, e concentrar a densidade política histórica do gestor que na pior da hipóteses, gira em torno de 35%, ou cerca de 25 mil votos válidos da última eleição municipal, realizada no ano de 2016.

Ao afirmar na mesma sessão ordinária que em 2020 não estará mais naquela Casa legislativa pedindo votos para vereador, Agnaldo da Saúde deixa claro, que é cada dia mais forte a possibilidade que de fato ele venha a ser o candidato a prefeito, indicado por Temoteo Alves de Brito, que na oportunidade já estará com 80 anos de idade.

Agnaldo da Saúde entraria para a disputa (teoricamente), em igualdade de condições contra os adversários mais fortes na disputa, que seria Marta Helena Leal do PSDB, e Caio Checon do Solidariedade (SD), haja vista que nas eleição passadas, os mesmos obtiveram os seguintes resultados.

  • Marta Helena 13.70% 9,947 VOTOS
  • Caio Checon 12.11% 8,795 VOTOS
Agnaldo da Saúde, Dom Jailton bispo da Diocese Teixeira de Freitas/ Caravelas e Temoteo Brito.

No entanto há quem diga, que mesmo que Temoteo Brito estivesse morto, ainda assim seria candidato a reeleição. Tal cenário dificultaria muito a ascensão e pretensão do vereador Agnaldo da Saúde, de se tornar o próximo prefeito de Teixeira de Freitas. No entanto conversas de bastidores dão como certa a indicação do vereador ao Executivo Municipal.

Leia também!  Mucuri: Transporte escolar com qualidade e segurança retorna ao município de Mucuri.
Vereador Agnaldo da Saúde na Rádio Câmara FM

Quando na Rádio Câmara FM que transmitia a sessão ao vivo, o mesmo afirmou que o próximo prefeito de Teixeira de Freitas, tem que sair da Câmara Municipal, ele estava fazendo uma clara referência a essa “quase” certa indicação do seu nome, por parte do atual prefeito Temoteo Alves de Brito.

Senador Otto Alencar, Agnaldo da Saúde e Temoteo Brito

Bom, o fato é que até final do segundo semestre de 2019 teremos uma real definição de quais nomes serão postulantes a ocupar a cadeira no executivo municipal, que hoje é de Temoteo Alves de Brito.

Por: Opinião Pública/ Da Redação/

Faça aqui seu comentário!