Portal Opinião Pública "Jornalismo com independência e imparcialidade!"

Acidente automobilístico na BR-101 deixa ferida ex-vereadora de Itamaraju-BA, e leva à óbito seu filho.

ByLéo Feitosa

nov 12, 2018
A tragédia aconteceu segundo informações preliminares na rodovia BR-101, próximo ao trecho entre os municípios de Itamaraju e Teixeira de Freitas, no extremo sul baiano.

A colisão frontal envolveu uma caminhonete Fiat Strada, de cor azul e um caminhão de uma empresa de salgados, com sede em Teixeira de Freitas, ferindo gravemente a ex-vereadora Joscélia de Souza, mais conhecida como Jú do PT, de 50 anos e levou ao óbito o filho dela, que estava ao volante.

Informações do Sargento Ivan Mouro, do Grupamento do Corpo de Bombeiros de Teixeira de Freitas (GBM), revelam que a colisão foi frontal e logo depois a caminhonete onde estava a ex-vereadora e o filho dela, capotou em direção ao acostamento.

Leia também!  Medeiros Neto 64 Anos: Gerson Rufino faz público se emocionar em noite de louvor na Praça da Prefeitura.

Além dos Grupamento do Corpo de Bombeiros (GBM), que ajudou na retirada do corpo da vítima fatal do interior do veículo, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e equipes do SAMU também estiveram no local. A ex-vereadora Jú do PT foi socorrida ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde acabou levada pra ser avaliada em um dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela deve passar por uma bateria de exames e somente após os procedimentos a unidade de saúde deve divulgar um boletim com o seu estado de saúde.

Leia também!  Descaso: Governo Rui Costa inicia demolição do setor de embarque e desembarque da rodoviária; fechamento gerou revolta de taxistas e mototaxistas. Entenda!
Ex-vereadora Joscélia de Souza

No local da batida os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram a orientação do tráfego, que ficou lento por algumas horas e analisaram as frenagens dos dois veículos, dados que servirão para formalização do boletim de ocorrência com as possíveis responsabilidades da colisão.

 

Por: Opinião Pública/ Fonte: (Da redação TN)

Faça aqui seu comentário!